Filmes: O Artista (2011)

Vencedor de 5 Oscar: Melhor Filme, Diretor, Ator (Jean Dujardin), Trilha Sonora e Figurino!

Gênero: Drama/Comédia
Duração: 100 min.
Origem: França/Bélgica/EUA
Direção: Michel Hazanavicius
Roteiro: Michel Hazanavicius
Produção: Thomas Langmann, Emmanuel Montamat

Não tem erro: todo filme que usa de certa metalinguagem e fala do próprio Cinema costuma render experiências interessantes. No ano passado, o cineasta Michel Hazanavicius foi muito além e, mais do que simples metalinguagem, fez uma das melhores homenagens que o Cinema já recebeu.

E esse é só um dos motivos que faz de  O Artista o filme que mais mereceu o prêmio principal do Oscar nos últimos anos. Continuar lendo

Anúncios

Filmes: Os Muppets (2011)

Gênero: Comédia
Duração: 98min
Origem: EUA
Direção: James Bobin
Roteiro: Jason Segel, Nicholas Stoller
Produção: David Hoberman, Todd Lieberman

Já fazem mais de 10 anos desde que os Muppets apareceram nos cinemas pela última vez (foi em 1999, com Muppets do Espaço), mas de certo modo, eles sempre estiveram aí, seja em esquetes que acabaram virando mania na Internet por acidente (Mahna Mahna), seja em paródias de clipes icônicos (o sensacional vídeo de Bohemian Rhapsody) ou mesmo inconscientemente, na memória de quem viu os inesquecíveis personagens em ação na infância. Agora, eles finalmente estão de volta, antes tarde do que nunca, resgatando uma inocência que se perdeu completamente, sem se levar a sério por um segundo sequer e definindo o que de fato é divertir todas as idades.

Continuar lendo

Filmes: O Palhaço (2011)

Gênero: Drama/Comédia
Duração: 88min
Origem: Brasil
Direção: Selton Mello
Roteiro: Selton Mello, Marcelo Vindicatto
Produção: Selton Mello, Vânia Catani

Todo ano surge no cinema pelo menos um filme que a princípio, só parece mais um no cinema, mas que tem uma sinceridade incomparável e uma sensibilidade que está se perdendo cada vez mais, usando com maestria toda a magia que uma sala de cinema pode proporcionar. Normalmente, quem faz isso de um modo único é a Pixar, mas esse ano o estúdio ficou só no caça-níquel então esse posto ficou vago. Até agora.

Depois de estrear na direção com um ótimo, mas melancólico filme (Feliz Natal), Selton Mello traz esse trabalho incrível e muito superior ao anterior, daqueles que conseguem fazer o espectador esquecer que está numa sala de cinema, chegando até a ser triste quando o filme acaba, tamanha a felicidade que ele proporciona. E confesso que eu não fui preparado pra isso quando fui assistir O Palhaço

Continuar lendo

Últimos filmes vistos: Outros grandes blockbusters de 2011… até agora

Este ano já está marcado como o ano das continuações. São franquias se iniciando, terminando, sequências e prequels chegando aos cinemas. E na maioria das vezes, é garantia de sucesso estrondoso. Você já viu comentários de duas delas no post abaixo e aqui, confira minhas opiniões sobre a quarta aventura de Jack Sparrow (e o que acho de sua existência), a nova ressaca dos amigos de Se Beber, Não Case (bem… a mesma, mas em outro país) e por fim, a grande surpresa de 2011 para mim até agora, cortesia de Charles Xavier e seu time de mutantes.

Continuar lendo

Últimos filmes vistos: As animações de 2011, até agora

Pelo menos para as animações, 2011 vem sendo um ano atípico de uma forma que chega a dar medo. A Dreamworks, que sempre fez filmes que prezavam mais pela diversão com um clima descontraído, fez um filme sensível, com drama, humor e emoção na medida certa. Enquanto isso, o estúdio que faz esse tipo de animação como ninguém vem com uma sequência descartável e boba, que marca seu primeiro grande tropeço desde 1995. E é claro, teve o Brasil sendo palco de um dos filmes mais divertidos do ano. Kung Fu Panda 2, Carros 2 e Rio disputaram a atenção de todo mundo, crianças e adultos, nesse 1ºsemestre. Confira abaixo o melhor e o pior de cada uma delas e também chegue a conclusão de que a Dreamworks nunca esteve tão perto de enfim ganhar outro Oscar…

Continuar lendo

Últimos filmes vistos: Gigantes e princesas e suas versões modernas

Janeiro sempre foi um mês voltado para as crianças no cinema. A maioria das estreias são animações ou filmes com um apelo infantil e por isso, ao sair com os amigos ou na simples vontade de ir ao cinema, muitas vezes quem não está tão interessado em filmes do tipo nem tem como fugir. E eu conferi duas dessas estreias, que, curiosamente, estão em dois extremos: uma mostrou ser exatamente o que eu já esperava (uma besteira) e a outra… bem, a outra é Disney, o que já basta.

Confira abaixo, o que achei das versões “século XXI” de As Viagens de Gulliver e é claro, a versão da Disney para a clássica história da Rapunzel em Enrolados!

Continuar lendo

Review: Scott Pilgrim Contra o Mundo (2010)

Gênero: Aventura – Comédia
Duração: 112min
Origem: EUA
Direção:Edgar Wright
Roteiro: Michael Bacall, Edgar Wright
Produção: Eric Gitter, Nira Park, Marc Platt, Edgar Wright

Quando os créditos de Scott Pilgrim Contra o Mundo começam, chega a bater uma tristeza. A diversão que a adaptação da HQ de Bryan O’Malley proporciona é tão fantástica e o amor pelo material original que o diretor Edgar Wright tem é tão sincero que o resultado final é, de longe, o filme mais divertido desse ano. Se pudesse pelo menos inserir uma moeda em algum lugar do cinema pra continuar curtindo…

Continuar lendo