NEWS: Confira o teaser trailer de “Inception”, novo filme de Christopher Nolan

Trilha sonora tensa (“Why so Serious?” detected), cenas estranhas, uma frase misteriosa e o nome de Christopher Nolan e Leonardo DiCaprio (que continua acertando nos trabalhos que escolhe) no meio disso tudo.

E qual é o resultado?

NÃO FAÇO A MENOR IDEIA! E ninguém faz. O teaser é absurdamente misterioso, não revela um único detalhe sequer da trama do filme. A única coisa que dá pra saber é que DiCaprio (provavelmente) é o protagonista. E só. Com isso, Nolan alcançou o maior objetivo de um teaser: deixou todo mundo com uma curiosidade enorme em relação ao seu mais novo filme.

2010 está muito longe…

PREVIEW: Quem Quer Ser um Milionário?

Road to the Oscars

Indicado a Melhor Filme, Direção, Roteiro Adaptado, Trilha Sonora, Canção Original (2 músicas), Fotografia, Montagem, Edição de Som e Mixagem de Som

Tratado como a descoberta do Santo Graal pela critica e vencedor de toneladas de prêmios, Quem Quer Ser um Milionário? se transformou, subitamente, no grande favorito para levar a estatueta de Melhor Filme na noite de domingo,22. Pois é. Mas o filme é tudo isso?

Na minha sincera opinião, não. É muito bom, envolvente, mas não achei nada de espetacular que faça o filme merecer tanta adoração. É muito bem-feito e isso é incontestável. A fotografia é excelente (as cenas em Mumbai são sensacionais) e a edição não menos que perfeita, foram indicações merecidissimas. Mas quem gostou que me desculpe… achei a trilha sonora incidental insuportável. Pode ser justificável e simbólico e etc, mas odiei. Fiquei surpreso por ter ganho o Globo de Ouro. Espero que não leve o Oscar (coisa que infelizmente acho difícil).

As atuações… bem, não são elas que fazem o filme bom. Dev Patel e Freida Pinto (o casal principal) fazem um trabalho eficiente, mas nada mais que isso. Não me perguntem o que os atores tinham na cabeça quando elegeram o elenco do filme como melhor do ano no SAG. A direção de Danny Boyle é igualmente eficiente, mas novamente, não é uma coisa para se louvar. De fato, a única coisa que de fato merece grande reconhecimento é a parte técnica do filme, que como já disse, é maravilhosa. No entanto, a pergunta que não quer calar, é como Bruce Springsteen e sua belissima “The Wrestler” foram inexplicavelmente esnobados e deram lugar a “O Saya”, uma música incrivelmente bocó. A presença de “Jae Ho” até é justificável, é uma música legal – ainda que não ache que vá ganhar – mas sério, “O Saya”? A Academia e suas bizarras decisões…

O que causou tamanha adoração? Explico: é uma história bonitinha e romântica, com um roteiro bacana e duas pessoas que ultrapassam todos os obstáculos para ficarem juntas. Um filme sobre esperança e a perseverança de um rapaz para seguir em frente. Ou seja, exatamente o que os EUA estão precisando neste momento. Precisa dizer mais? Está com uma mão no Oscar, só não tenho certeza que vá ganhar (e nem estou torcendo…).

Enfim, Quem Quer Ser um Milionário? é um filme bom, merecia sim ser indicado ao Oscar e vale a pena ser visto. Vencer como Melhor Filme de 2008… é outra coisa. Confira a crítica completa no dia de estreia.

Quando estreia: 6/03, com pré-estreias a partir de hoje.

Filmes vistos nas últimas semanas

Depois de Batman – O Cavaleiro das Trevas, não vi nenhum filme por semanas (foi coincidência, não é por causa do morcego). Fui na locadora semana passada pra tirar o atraso e vi 3 filmes. No meio dessa semana vi mais um. E vamos a lista:

10.000 a.C.: Uma grande, desfigurada e fedida bosta. Trama idiota, atuações bisonhas e um clímax de fazer qualquer estudioso da Era Glacial ter um infarto. Ah, o Dentes-de-Sabre que aparece em tudo quanto é canto? Não fica mais de 5 minutos no filme. Nem duelo com o protagonista tem. Lixo total, que merece nota pelos efeitos e por certas cenas que enchem os olhos. Nota: 3

Super-Herói: O Filme: Ninguém vai ver um filme desse esperando um roteiro primoroso, atuações incríveis e coisas assim. Sabe o que é mais incrível? Comparada a produções recentes, como Espartalhões ou Deu a Louca em Hollywood, Super-Herói não é uma completa porcaria! Óbvio, é um péssimo filme, mas tem alguns momentos em que dá pra dar risada, inclusive a piada com Tom Cruise, talvez a única que faça todo mundo gargalhar no filme. Todas as outras piadas engraçadas você não vai rir caso tenha visto o trailer. Nota: 5

As Crônicas de Spiderwick: Vejam só que surpresa. É um filme bacanissímo. Com bons efeitos, uma história bacana e envolvente e um ótimo trabalho do elenco (inclusive Freddie Highmore), Spiderwick me surpreendeu, pois não esperava muito do filme. Filme perfeito pra se ver no domingo a tarde, com toda a família. Nota: 8

Juno: O filme que causou polêmica ao ser indicado nas categorias principais do Oscar. E teve um baita hype na época que foi lançado… todo o bafafá em cima das indicações é justo. O filme é excelente, delicioso de assistir, muito divertido, tem cara de ótimo filme da Sessão da Tarde, momentos de pura risada e tudo mais. Mas estar ao lado de Sangue Negro, Onde os Fracos Não Tem Vez? Por favor… aí já é demais. No mais, declaro aqui meu amor por Ellen Page. Em breve, farei uma critica mais completa. Nota: 8,5

O que andei vendo ultimamente…

O ano passado foi meu ano de séries. Nunca vi tantas séries juntas, uma lista imensa. Esse ano, pelo que eu vi, é o ano que vou exercitar meu lado cinéfilo. A única série que acompanho avidamente é Lost e uma vez ou outra, vejo um episódio pendente de outra série que assisto. Não sei se devo dizer “shame on me” ou não. Enfim… nos últimos meses vi muita coisa, que não vai deixar de ter sua devida critíca no blog. No final do ano passado, finalmente vi a saga dos Corleone, obrigatória pra qualquer cinéfilo e em janeiro vi o clássico de 80 “De Volta Para o Futuro”. Mês passado comecei a trilogia Indiana Jones mas não tive a chance de terminar. Ficou faltando ver “A Última Cruzada”… essa semana eu vi dois filmes totalmente distintos:

Continuar lendo