Melhores da década: O Senhor dos Anéis – A Sociedade do Anel (2001)

Por pouco, O Senhor dos Anéis não ficou só nos sonhos de Peter Jackson, diretor dos três filmes. Começou como uma saga em duas partes. Depois, decidiram que seria apenas um filme condensando toda a saga do Anel, até Jackson correr atrás de outro estúdio e achar a New Line, que estabeleceu que seria uma trilogia, afinal, a história foi concebida assim nos livros.

Oito anos e mais de US$ 200 milhões depois, um dos maiores projetos da história do cinema finalmente ganhou as telonas. O resultado foi uma das melhores trilogias de todos os tempos, uma aventura épica, com sequências de guerra espetaculares e efeitos visuais de tirar o fôlego. Três filmes que marcaram a década, cada um a seu modo. E A Sociedade do Anel começa a saga de modo simplesmente perfeito.

Continuar lendo

Anúncios

Melhores da década: Na Natureza Selvagem (2007)

E enfim começa a nova seção do Comentando Cinema, que vai durar um mês inteiro. O nome dela é auto-explicativo, certo? Vamos ver todos os grandes filmes que saíram nos últimos anos, os que merecem serem lembrados e os que tem grande chance de virarem clássicos no futuro. E nada melhor do que começar com o que talvez seja o filme mais injustiçado em premiações nesta década.

Sean Penn adaptou o livro contando a história (verídica) de Chris McCandless para um filme incrível, repleto de atuações inspiradas, uma trilha sonora sensacional e um roteiro excelente. Na Natureza Selvagem é uma verdadeira obra-prima, emocionante e indispensável para qualquer cinéfilo.

Continuar lendo