Filmes: Batman – O Cavaleiro das Trevas Ressurge (2012)

Gênero: Ação/Drama
Duração: 165 min.
Origem: EUA
Direção: Christopher Nolan
Roteiro: Christopher Nolan, Jonathan Nolan
Produção: Christopher Nolan, Emma Thomas, Charles Roven

Um comentário recorrente na época em que Batman – O Cavaleiro das Trevas foi lançado, era que Christopher Nolan parecia ter elevado o padrão dos filmes de HQ de uma forma que nem ele conseguiria chegar novamente. Bem… só parecia.

Batman – O Cavaleiro das Trevas Ressurge vai muito além de um simples final digno: é um filme épico, que pode até não superar seu antecessor, mas não faz nem um pouco feio ao lado dele, superando as mais altas expectativas e encerrando de modo espetacular uma das melhores trilogias do Cinema moderno.

Continuar lendo

Filmes: Histórias Cruzadas (2011)

Vencedor do Oscar de Melhor Atriz Coadjuvante para Octavia Spencer!

Gênero: Drama
Duração: 146 min.
Origem: EUA
Direção: Tate Taylor
Roteiro: Tate Taylor
Produção: Chris Columbus, Michael Barnathan, Michael Radcliffe

Sucesso de bilheteria nos EUA, Histórias Cruzadas é aquele típico “filme de elenco” que entra nas premiações todo ano. Porque, se tirarmos as excelentes atuações, não sobra muita coisa… Continuar lendo

Filmes: O Artista (2011)

Vencedor de 5 Oscar: Melhor Filme, Diretor, Ator (Jean Dujardin), Trilha Sonora e Figurino!

Gênero: Drama/Comédia
Duração: 100 min.
Origem: França/Bélgica/EUA
Direção: Michel Hazanavicius
Roteiro: Michel Hazanavicius
Produção: Thomas Langmann, Emmanuel Montamat

Não tem erro: todo filme que usa de certa metalinguagem e fala do próprio Cinema costuma render experiências interessantes. No ano passado, o cineasta Michel Hazanavicius foi muito além e, mais do que simples metalinguagem, fez uma das melhores homenagens que o Cinema já recebeu.

E esse é só um dos motivos que faz de  O Artista o filme que mais mereceu o prêmio principal do Oscar nos últimos anos. Continuar lendo

Últimos filmes vistos: Rumo ao Oscar 2012! – Parte 1

Neste começo do ano, uma verdadeira avalanche de filmes chegou as salas de cinema, todos esses, como já é um hábito aqui no Brasil, estrearam no final do ano passado lá fora e chegam aqui com um certo atraso, sendo que a grande maioria é forte candidato ao Oscar 2012.  E como a maior parte das estreias de janeiro e fevereiro de fato são filmes indicados ao Oscar, vira quase uma obrigação conferi-los pra poder constatar se a Academia está fazendo escolhas sensatas (algo que vem sendo meio raro, convenhamos…)

Como há muito a se falar sobre o que deu tempo de conferir, o post está dividido em três partes: nessa primeira, Steven Spielberg traz uma história com grande potencial, perdido no meio de um filme desnecessariamente inchado e uma das maiores (senão a maior) atuação da carreira de Gary Oldman em um dos filmes mais surpreendentes do ano. Agora, direto ao assunto: Continuar lendo

Filmes: O Palhaço (2011)

Gênero: Drama/Comédia
Duração: 88min
Origem: Brasil
Direção: Selton Mello
Roteiro: Selton Mello, Marcelo Vindicatto
Produção: Selton Mello, Vânia Catani

Todo ano surge no cinema pelo menos um filme que a princípio, só parece mais um no cinema, mas que tem uma sinceridade incomparável e uma sensibilidade que está se perdendo cada vez mais, usando com maestria toda a magia que uma sala de cinema pode proporcionar. Normalmente, quem faz isso de um modo único é a Pixar, mas esse ano o estúdio ficou só no caça-níquel então esse posto ficou vago. Até agora.

Depois de estrear na direção com um ótimo, mas melancólico filme (Feliz Natal), Selton Mello traz esse trabalho incrível e muito superior ao anterior, daqueles que conseguem fazer o espectador esquecer que está numa sala de cinema, chegando até a ser triste quando o filme acaba, tamanha a felicidade que ele proporciona. E confesso que eu não fui preparado pra isso quando fui assistir O Palhaço

Continuar lendo

Filmes: Harry Potter e as Relíquias da Morte – Parte 2 (2011)

Gênero: Aventura – Fantasia
Duração: 130min
Origem: EUA – Reino Unido
Direção: David Yates
Roteiro: Steve Kloves, J.K. Rowling
Produção: David Heyman, David Barron

Há uns dias atrás, estava lembrando do dia exato em que meu pai chegou em casa com o VHS mais disputado da locadora. Eu não fazia ideia do que era aquele tal de Harry Potter e a Pedra Filosofal, mas fui assistir curioso. Ali foi só um começo. Depois de ver o segundo filme no cinema, resolvi que queria ler os livros de qualquer jeito. E daí pra frente, não teve jeito: foram anos acompanhando Harry Potter, a história que marcou mais da metade da minha vida. Quando os livros acabaram, em 2007, ficou a expectativa de como ia ser o final, ainda mais depois de um livro tão denso como As Relíquias da Morte, no cinema.

E como aquelas coisas que você sabe que vão acontecer um dia, mas ainda assim é um baque quando acontecem, Harry Potter enfim chegou ao seu derradeiro final nas telonas. Um final, diga-se de passagem, que fazem valer todos esses 10 longos anos junto com a saga.

Continuar lendo

Últimos filmes vistos – Entre monarcas, westerns e aventureiros…

Depois de um período focado na música (o “etc”, hehe), já estava mais do que na hora de falar sobre cinema e trazer o blog de volta as raízes certo? Mas essa leve “saída de foco” tem um motivo: com o turbilhão de obrigações na minha vida nos últimos dois meses, ficou cada vez mais complicado dar uma passada no cinema e menos ainda parar pra ver um DVD na tranquilidade de casa. Os shows? Bom, quantas vezes na vida temos a chance de ver os artistas que admiramos ao vivo, hehe?

Mas agora que a maratona de shows acabou pra mim (da melhor maneira possível, com o inesquecível show do U2 – não, não vou escrever sobre ele) hora de falar dos últimos filmes que vi há algum tempo atrás no cinema. E temos dois indicados e um vencedor – infelizmente… – do Oscar 2011 sendo comentados! Confira aí embaixo:

Continuar lendo