Retrospectiva 2010: Os melhores filmes do ano!

Fazendo o top 10 para esse post, me surpreendi em como os bons filmes de 2010 foram muito acima da média dos bons filmes do ano passado, por exemplo. Tivemos desde filmes de HQ que saíram de todos os padrões até um drama com potencial de se tornar um clássico no futuro. E nem falei da ficção-científica com ação, sonhos e psicologia, Scorsese e seu terror psicológico e como se não bastasse, a Pixar fechando uma trilogia perfeita.

Tem como reclamar de 2010? Confira abaixo os melhores filmes desse ano!

10 – Como Treinar Seu Dragão: Filmes da Dreamworks parecem ter fórmulas prontas, por isso, nunca fico muito ansioso por eles. Então, foi ótimo ver o estúdio finalmente saindo um pouco dos próprios padrões com essa animação, que além de divertidíssimo, traz uma ótima lição de moral, sem precisar de muitas sacadinhas ou sorrisos pimpões, presentes em todos os outros filmes. Uma grata surpresa.

9 – Amor Sem Escalas: Com um roteiro inteligente e excelentes atuações de George Clooney e Vera Farmiga, Jason Reitman faz um filme divertido e envolvente, que trata assuntos sérios como a crise econômica e a solidão sem a menor carga dramática, mas com muito dinamismo. Mostrando ainda todo o talento da jovem Anna Kendrick, Amor Sem Escalas (esse título nacional é revoltante de tão cretino) merecia mais reconhecimento no Oscar.

8 – À Prova de Morte: Apesar dos três anos de atraso, o segmento de Tarantino para o projeto Grinhouse conseguiu chegar aos cinemas brasileiros e foi ótimo poder ver esse filme na telona, mesmo com tanta demora. Sensacional e completamente “tarantinesco”, A Prova de Morte não economiza nos elementos clássicos dos filmes do diretor e conta com uma das perseguições de carros mais sensacionais que eu já vi. Ainda melhor do que eu pensei.

7 – Kick-Ass – Quebrando Tudo: Eu estava com grandes expectativas com esse filme, mas nunca ia esperar que ele fosse ser um dos melhores do ano! Sensacional e divertidíssimo, Kick-Ass é tão bom que em alguns momentos, consegue ser até melhor que a HQ da qual foi adaptada. E ainda conta com a atuação espetacular de Chloe Moretz, que rouba o filme como Hit-Girl. De bônus, ainda tem Nicolas Cage voltando a boa forma numa atuação hilária.

6 – Scott Pilgrim Contra o Mundo: Surreal, diferente e divertido como poucos filmes esse ano, Scott Pilgrim é fantástico pelo claro carinho que o diretor Edgar Wright sente pela HQ de Bryan O’ Malley. Com sequências de ação sensacionais – a luta dos gêmeos é um show a parte – e um roteiro dinâmico e repleto de sacadas – a referência a Seinfeld é genial – é nerd com gosto, mas diverte qualquer um.

5 – Ilha do Medo: Há tempos eu não ficava realmente tenso no cinema. Isso até Martin Scorsese lançar esse terror psicológico espetacular, sobre o misterioso desaparecimento de uma mulher e dois homens investigando isso numa estranha prisão. A direção de mestre de Scorsese, aliada a uma assustadora trilha sonora e uma das melhores atuações de Leonardo DiCaprio fazem de Ilha do Medo um terror de verdade, daqueles que não se via há tempos.

4 – A Origem: Em 2008, Christopher Nolan me deixou completamente desnorteado com Batman – O Cavaleiro das Trevas, filme de HQ que na verdade é um thriller perturbador. Agora, dois anos depois, fiquei novamente olhando abobado para a tela do cinema por longos minutos após o fim do filme. Com um roteiro inacreditável e um elenco que parece ter saído de um sonho (trocadilho infame, desculpem), Nolan criou uma mistura de drama, ação, policial e sci-fi, falando de assuntos complexos como sonhos e psicologia num blockbuster, com uma autoridade que muito diretor mais experiente ainda não tem. Brilhante e envolvente, A Origem é um dos filmes obrigatórios de 2010.

3 – Tropa de Elite 2: Esse foi um ótimo ano para o cinema nacional. O mercado cresceu, os filmes passaram a atrair cada vez mais público. Mas nenhum se comparou a Tropa de Elite 2. Fenômeno inigualável que quebrou todos os recordes do cinema no Brasil (é o filme mais visto da história do país, além da maior bilheteria do nosso cinema), é uma produção que não fica devendo em absolutamente nada para qualquer filme que vem lá de fora. E o sucesso é merecido. José Padilha fez uma sequência excelente e muito superior ao primeiro filme, com um roteiro complexo e envolvente, uma discussão muito mais direta sobre nosso governo, cenas de ação fantásticas e uma atuação memorável de Wagner Moura. Esse eu revia umas 30 vezes com gosto.

2 – A Rede Social: Existem filmes que explicam bem porque o Cinema é a “sétima arte”. E no começo desse mês chegou aos cinemas brasileiros um exemplo disso. A Rede Social é um filme que beira a perfeição, com um roteiro impecável de Aaron Sorkin, uma direção excepcional de David Fincher e atuações hipnóticas de Jesse Eisenberg e Andrew Garfeld, ótimos como Mark Zuckerberg e Eduardo Saverin. Chega a ser lindo ver como tudo está no lugar nesse filme: a trilha no ponto, a fotografia eficiente, a edição ágil, não há erros! Acho difícil Fincher sair do Oscar sem os prêmios principais no ano que vem. E adoraria vê-lo ganhar.

1 – Toy Story 3: Decidir qual seria o primeiro lugar da lista desse ano foi uma das minhas tarefas mais díficeis por aqui desde que comecei esse blog. Mas, depois de dois anos chegando perto, mas ficando em 2ºlugar, esse ano não tem jeito: a Pixar fez o melhor filme do ano. E não é só a bela história, os personagens cativantes ou a animação perfeita que fizeram a diferença para esse resultado. Toy Story 3 é um filme sincero, feito por quem ama cinema e, mais do que os resultados da bilheteria, quer ver boas histórias sendo contadas e o sorriso no rosto das pessoas que vão ouvir essas histórias.

Nessa última aventura, Woody, Buzz e cia. nos fazem rir, deixam tensos e arrancam lágrimas fácil, daquele jeito que só a Pixar sabe fazer, de uma forma toda especial, por ter personagens que foram os ícones da infância de tanta gente (como a minha). Um final perfeito para uma trilogia sem erros. No fim das contas, nós sabemos que esses amigos sempre estarão aí… na nossa memória.

_______________________________________________

E essa foi a Retrospectiva 2010 do Comentando Cinema! E quais foram os melhores filmes do ano para você? Não deixe de falar nos comentários.

Agora, rumo a 2011, que está cheio de filmes promissores. Um Feliz Ano Novo e até lá!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s