FILMES: Atividade Paranormal (2009)

Gênero: Terror
Duração: 86min
Origem: EUA
Direção: Oren Peli
Roteiro: Oren Peli
Produção: Jason Blum, Oren Peli

Muito se falou sobre Atividade Paranormal. Realizado com orçamento ínfimo e atores desconhecidos,  foi um sucesso absurdo nos EUA. Com uma história bem simples, o filme aposta no estilo de filmagem caseira, com câmera de mão – como em A Bruxa de Blair e Cloverfield – e num insuportável silêncio, para criar um clima de absoluta tensão.

No entanto, esse é mais uma vítima da expectativa. O modo como ele foi promovido, recomendando que não fossemos vê-lo sozinhos no cinema e colocando pedaços de críticas de vários sites nos trailers, afirmando que esse era um dos filmes mais assustadores de todos os tempos, acabou fazendo com que eu tivesse medo do filme antes mesmo de assisti-lo. Fui ver, sozinho e aconteceu o que eu temia: constatei que estavam fazendo muito barulho… por nada.

Calma, o filme não é ruim. Alias, longe disso. Por ser supostamente uma filmagem caseira, obviamente não existe trilha sonora, o que ajuda naquela velha fórmula de manter o clima tenso, nos fazendo pensar que vamos levar um susto a qualquer momento… para nada acontecer. Com isso, talvez seja o único filme em que cenas de um casal dormindo nos deixe na ponta da poltrona.

Para dar mais realismo a história – como foi feito ao já citado A Bruxa de Blair – os atores principais (Micah Sloat e Katie Featherston) deram os próprios nomes para os personagens que interpretam, além do filme começar com agradecimentos a Paramount e a Polícia de San Diego e terminar apenas com breves esclarecimentos, sem créditos finais, o que mantém a nossa sensação de desconforto – dado o que acontece nos momentos finais – até sair do cinema.

Claro que tudo isso seria em vão se as atuações dos protagonistas não fossem convincentes o suficiente. Felizmente, Katie e Micah fazem um bom trabalho, sem soarem falsos e agindo com naturalidade- na medida do possível, afinal eles estão lidando com algo que não é nada natural – conseguindo convencer de que aquilo pode ser real .

E conseguimos nos envolver com os personagens. Ficamos com raiva do deboche do rapaz no começo do filme, que brinca com a possibilidade de espíritos assombrando a namorada, temos pena dela, que só quer ver o fim daquilo e não aguenta as brincadeiras do namorado e tememos pelos dois quando estão dormindo, sempre com aquela incômoda sensação de que algo terrível está pra acontecer. Com isso, qual é o grande problema do filme então?

O medo. Faz muito tempo que o cinema não traz esse sentimento, que escondemos tanto, a tona. Ficamos tensos sim, mas isso é algo momentâneo, que passa assim que determinada cena acaba. Quando temos medo, no entanto, temos aquela vontade de fechar os olhos ao mesmo tempo que estamos loucos para ver o que acontece e “levamos” o filme pra casa, lembrando das cenas mais horripilantes e demorando pra pegar no sono.

Atividade Paranormal não dá medo. Nos deixa com o coração na mão em diversos momentos, mas quando o filme acaba, saímos do cinema, vamos pra casa numa boa e logo esquecemos de tudo aquilo. Afinal, há poucas cenas que assustam – apesar dessas poucas cenas serem realmente assustadoras –  e a única cena que pode tirar o sono de algumas pessoas tira todo o (pouco) realismo que a história toda tinha e só acontece nos últimos minutos.

Como se não bastasse, o filme falha na hora de construir o suspense para a trama, mostrando vários momentos “normais” do casal no começo do filme, algo sem relevância para a trama e que normalmente tem em todo filme de suspense e terror, mas aqui, acabam exagerando na dose e o filme demora pra engrenar. Depois de meia hora, comecei a perguntar se algo ia realmente acontecer ali…

Errando onde o marketing mais investiu, Atividade Paranormal pode decepcionar quem, assim como eu, esperava o prometido “filme mais assustador dos últimos tempos”. Apesar de não ser ruim, não alcança seu principal objetivo: dar medo no espectador. No entanto, valeu o ingresso, pois, apesar de ter sido só duas cenas, fazia tempo que eu não pulava de susto do jeito que pulei vendo esse filme…

Nota: 7

Marcelo Silva

Anúncios

6 comentários sobre “FILMES: Atividade Paranormal (2009)

  1. Marcelo diz: “Fui ver, sozinho e aconteceu o que eu temia: constatei que estavam fazendo muito barulho…”

    Vc foi ver sozinho, culpa de quem, né Marcelo?? uehueheueueheuue

  2. Luis
    O marketing acabou dando mais medo que o filme em si,hehe… Mas também levei alguns sustos, só não achei que esse hype todo de filme mais assustador dos últimos tempos se justificou.

    Diego
    Sem comentários…

  3. Pingback: Filme(s) da Semana « Sociedade Brasileira de Blogueiros Cinéfilos
  4. Taí gostei do filme, por incrível q pareça fiquei na dúvida se realmente era real ou não, depois q assisti. rsrsrs mais gostei tá bem diferente do que normalmente se vê. achei bom, só não pulei da cadeira mais fiquei preocupada com o casal sim!!! rsrsr

  5. oi pessoal, á dias vi um filme tal e qual este actividade paramormal, a unica difrença basicamente éram os actores- em vez de um casal , éra uma familia, ou seja , a mãe e dois irmaos (rapaz e rapariga) ela por sinal bem gira e faz um papel brutal. no fim quando entra o doutor logo na 1ªniote seguinte morrem todos. adorei o filme e a cena das pagadas pelo tecto. agora gostava de rever o filma mas nao consigo encontra-lo… alguém pode ajudar? Thanks

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s