RETROSPECTIVA 2008: Eu esperava mais…/menos…

expectativa

2008 foi cheio de surpresas. Filmes que ninguém dava nada foram excelentes (nem sempre reconhecidos) e outros, que tinham tudo para aparecer entre os melhores do ano, foram verdadeiras bombas. De qualquer jeito, foi um excelente ano, com bem menos decepções que o ano anterior. Abaixo, confira os 5 filmes que eu esperava mais… e os 5 que eu não contava que fossem tão bons.

5 filmes que eu esperava MAIS:

5 – 007 – Quantum of Solace: Pra começar: o filme NÃO é ruim. Mas ele merece estar na lista, pois a cartilha de Hollywood manda que a continuação deve ser melhor e com uma dose duplicada de tudo que foi bom no filme anterior. Considerando que essa é, de fato, a primeira continuação direta da franquia, o novo 007 segue a cartilha em um aspecto: tem muito mais ação que o anterior. Já o resto… a história é bem menos interessante que a de Casino Royale, o vilão é patético, ao contrário de LeChifrre, que é um dos melhores da série  e o roteiro em si é fraquissímo. Pra quem esperava algo tão bom ou melhor, que o primeiro filme com Daniel Craig, ficou só na espera mesmo…

4- Última Parada 174: O filme foi o escolhido para representar o Brasil no Oscar 2009 de Melhor Filme Estrangeiro. Alguma coisa devia ser. Muita ansiedade e quando chegou… era ok. Na verdade, ninguém entendeu muito bem o motivo de terem escolhido o filme pra algo tão importante. Não tinha nada de tão incrível para tal, alias, era pior: tinha um ritmo lento até a fatidíca chacina da Candelária. E o grande clímax, o momento crucial do filme, era tão mal-feito, tão sem sal que estragou tudo que tínhamos visto até então. Se fosse Linha de Passe, talvez a gente aparecia nas premiações. Enfim…

3-  Hancock: Herói bêbado e amargurado é odiado por toda a população a cidade que… hã… protege. Isso é uma premissa sensacional para uma comédia cheia de humor negro ou um drama no melhor estilo Watchmen. Aí tentaram fazer as duas coisas no mesmo filme… o resultado foi um filme boboca que se salva pelo ótimo trabalho de Will Smith, que assim como em Eu Sou a Lenda, entrega uma atuação boa num filme ruim. Chamassem um diretor e roteiristas decentes e seria um ótimo filme. Enfim… ²

2- Sex and the City – O Filme: Considerada por muitos uma das melhores séries dos anos 90 e uma verdadeira representante das mulheres na TV, Sex and the City retornava, agora nas telonas. Emoção, expectativa nas alturas com os fãs e muita ansiedade. Quando estreou, foi aquela coisa: valeu pela nostalgia. Mas pra quem não tinha uma relação tão especial com a série, achou o filme completamente superficial. Um verdadeiro fiapo de história que se estende por loooooooongas 2h30 de duração. Para as (e alguns “os” também) fãs, foi uma felicidade ver as amigas reunidas novamente, mas para o resto…

1 – Mamma Mia!: Meryl Streep. Cantando. Sério, precisava de mais alguma coisa? Depois de ver o filme, chegamos a conclusão que… precisava. Todo o elenco parece se divertir a beça no filme, mas não adianta: Streep carrega o filme nas costas, em meio a uma Amanda Seyfried caricata, um Pierce Brosnan que ninguém sabe o que está fazendo num musical, com a voz horrível que tem e momentos de completa vergonha alheia, além de um roteiro completamente absurdo e improvável. Não fosse a atriz veterana, seria um completo desastre. Um viva para Meryl Streep.

Menção honrosa a Eu Sou a Lenda. Muito bom… até os zumbis.

________________________________________________________

5 filmes que eu esperava MENOS

5- Fim dos Tempos: Everybody hates Shyamalan. Isso é fato. Depois de A Dama na Água, aparentemente deram a carreira do indiano como encerrada e qualquer coisa que viesse depois disso seria ruim. Pois bem, aí temos Fim dos Tempos, novo filme dele, o primeiro rated-R. Massacrado pela critica e por boa parte do público, o filme me surpreendeu, por ser muito bom! Shyamalan usa muito bem a ótima premissa que tem em mãos, criando um clima de tensão, aliado a excelente trilha de James Newton Howard (a melhor de um filme do Shy desde Sinais). Claro, tem seus problemas: as atuações são bisonhas (especialmente a de Zooey Deschanel) e o final é péssimo, primeiro por tentar deixar tudo mastigadinho, depois pelo climinha “final de novela da Globo”. Mas foi uma grata surpresa.

4- Procurado: O primeiro trailer tinha um clima de “mamãe-quero-ser-Matrix” que até enjoava. Já havia saído a noticia de que o longa não tinha nada a ver com a HQ em que foi baseada. Muitos ficaram com o pé atrás, mas aí… surpresa! Tínhamos um excelente filme de ação, com cenas sensacionais e um ótimo protagonista, interpretado por James McAvoy. Algumas cenas do filme figuram fácil, fácil, como as melhores de ação do ano. Menos mal…

3 – Ensaio Sobre a Cegueira: Esse era o tipo de filme que ou ia ser muito bom, ou muito ruim. Afinal, é a adaptação de uma obra complexa e bem diferente do que estamos acostumados a ver, algo praticamente infilmável. Pois bem, não foi apenas um filme bom: foi um dos melhores do ano. Toda a essência do livro de José Saramago estava ali, numa adaptação fiel com excelentes interpretações de Juliane Moore e Gael Garcia Bernal. Vi o filme na estréia e não me arrependi. Foi quando cheguei a conclusão de que 2008, estava bem melhor do que eu imaginava.

2 – Homem de Ferro: Eu não conhecia muito o herói. Sabia o básico dele, um milionário que sofria um atentado no meio de uma guerra, ficava com um pedaço de granada perto do coração e construía uma armadura para se proteger. Sob a direção de Jon Favreau que fez filmes apenas bacaninhas, esperava só “mais um filme da Marvel”. Pois bem, não foi isso. Foi “um dos MELHORES filmes da Marvel”. O primeiro inteiramente comandado pela Marvel Studios, Homem de Ferro era fiel ao clássico personagem das HQs, respeitava as origens e mais: construiu de modo brilhante o personagem Tony Stark, interpretado de modo absolutamente brilhante por Robert Downey Jr. Os fãs e o resto do publico saíram com um sorriso de orelha a orelha do cinema. Ainda mais depois da cena pós-créditos… Projeto Vingadores!

1 – Speed Racer: Nove anos depois de revolucionar o mundo da ficção-cientifica com Matrix e cinco anos de cagar com tudo que tinham criado com Matrix Revolutions, os Irmãos Wachowski retornam a direção, agora adaptando o clássico desenho dos anos 60, Speed Racer. Eu não gostei dos posteres. Não gostei das imagens, não gostei das fotos. Aí soltaram um preview dos 6 primeiros minutos do filme e fui convencido: podia dar certo. Quando saí do cinema, estava impressionado. Era muito bom! Divertidissimo do início ao fim, o filme era fiel ao animê original na essência, as corridas eram sensacionais e o roteiro, que tinha tudo pra ser a falha do longa, impressiona, ao focar na união da família Racer (sem cometer o erro de deixar aquelas conspirações idiotas em primeiro plano). Claro, foi destruído pela critica e odiado pelo público, por isso Speed Racer é também o filme mais incompreendido do ano. Um dia, darão o crédito merecido a este excelente filme, a maior surpresa de 2008.

Menção honrosa a As Crônicas de Spiderwick. Não é um primor, mas é mais bacana do que aparentava.

_______________________________________________________

Na próxima retrospectiva, os PIORES filmes de 2008!

Anúncios

3 comentários sobre “RETROSPECTIVA 2008: Eu esperava mais…/menos…

  1. Pingback: O melhor e o pior do cinema no Comentando Cinema! « Comentando Séries
  2. Concordo com quase tudo que vc escreveu.. Bond não foi tão bond assim.. sex and the city realmente só para quem já era fan…
    Ensaio sobre a cegueira foi bem fiel, e realmente o Meirelles filmou o infilmável…
    Mas Procurado????
    Eu adoro quadrinhos, e tenho uma tendência a ser benevolente com adaptações, mas essa, putz, eu dei graças a Deus que não fui assistir no cinema. Achei um dos piores do ano. Atuações boa sim, mas que não valeram o filme.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s