TOP 5: 5 motivos para amar Steven Spielberg (e mais 5 para odia-lo)

Indy estréia amanhã. E o diretor é o consagrado Steven Spielberg. Abaixo, confira alguns filmes para amá-lo. E outros 5 para odiá-lo…

5 motivos para ama-lo…

5 – Contatos Imediatos de Terceiro Grau: Spielberg já havia sido alçado ao estrelato depois de Tubarão e logo depois do suspense, lançou este sensacional filme sobre invasão alienigena, sobre um homem que, ao pressentir a chegada dos ET’s, tem seu comportamento mudado, assim como várias outras pessoas. Desde já um clássico da ficção cientifíca, recebeu inúmeras indicações ao Oscar.

4 – Tubarão: A trilha sonora deixa todos tensos até hoje. Em 1975, o movimento nas praias dos EUA diminuiu, um sucesso de bilheteria e considerado até hoje, um dos melhores suspenses de todos os tempos. Este foi o impacto que Tubarão, de 1975, causou. E com uma premissa muito simples, o filme estourou nas bilheterias do mundo todo, sendo um dos suspenses mais lucrativos da história até hoje.

3 – E.T. – O Extraterrestre: Spielberg firmava seu posto de “diretor de sucessos”, com esse adorável filme de 1982, contando a história de um bichinho um tanto feio, mas que foi amado por crianças do mundo todo na época do seu lançamento. Cenas clássicas e imortais, como o voo da bicicleta sob a luz da lua (que alias, é o logo da produtora de Spielberg) e o dedo do ET e do garoto se tocando são lembradas até hoje. O filme recebeu várias indicações ao Oscar, inclusive Melhor Filme. Não venceu, mas marcou a vida de muita gente.

2 – Jurassic Park: O ano era 1994. E Spielberg usava o melhor de efeitos especiais que havia no cinema para dar vida aos monstruosos dinossauros. Ainda hoje, consegue ser incrivelmente bem feito. Mais uma vez, com uma premissa simples, o diretor arrecadou rios de dinheiro nas bilheterias e hoje o filme é o 9º mais lucrativo de todos os tempos. Um sucesso inestimável que levou a outras duas (desnecessárias) continuações. Ninguém esquece… quando o T-Rex aparece pela primeira vez, o público vai a loucura.

1 – Indiana Jones: Bem… não é só porque é um especial Indiana Jones que ele está em primeiro. Mas é porque, mais que Superman, John McClane, Rocky, Rambo e outros, Indiana Jones marcou uma era, marcou a vida de muita gente. É o grande herói do cinema que protagonizou uma trilogia perfeita, com pouquissímos erros (que são contestados) e muita bilheteria e adoração da critíca. O herói está de volta oficialmente amanhã, com sua mais nova aventura. Pode começar a cantarolar a antológica marchinha de John Williams…

Na lista, como ficou claro, só entraram blockbusters, já que eles são mais conhecidos pelo público. Mas não há como fazer uma lista de motivos para amar Spielberg sem citar A Lista de Schindler, inesquecível e vencedor do Oscar de Melhor Filme e Diretor. O Resgate do Soldado Ryan, que tem a melhor sequência inicial do cinema, além de ter rendido o Oscar de Melhor Diretor a Spielberg. E até Munique, que foi indicado a Melhor Filme.

_____________________________________________________________________________________________

E 5 motivos para odia-lo..

5 – Guerra dos Mundos: Tom Cruise protagoniza um excelente… teaser-trailer. Sério, o teaser do filme mostrava que seria talvez um dos filmes mais sensacionais de 2005. O mistério sobre o aspecto da coisa que atacava a Terra, o desespero das pessoas… chegou a hora de ver o filme, o chamado TriPod apareceu no momento que surgiu. O filme tem umas coisinhas bacanas, mas é um tanto chato, Dakota Fanning grita até não poder mais e o final deixou muita gente indignada. Uma pena.

4 – O Mundo Perdido – Jurassic Park: Depois do sucesso estrondoso que foi Jurassic Park, todo mundo esperava um espetáculo dessa sequência…não foi exatamente o que aconteceu. O filme não é uma bomba completa, mas a expectativa em cima dele foi tão grande que acabou decepcionando na hora que lançou. A história é praticamente a mesma até o clímax da história, em que o T-Rex vai para a cidade. Peraí…bicho gigante aterrorizando cidade? Huum…

3 – A.I. – Inteligência Artificial: Toda a idéia parecia muito bem bolada, isso é verdade. O que na época era o garoto-prodígio de Hollywood, Haley Joel Osment, seria o protagonista, tinha Ewan McGregor no elenco, uma história boa e a direção de Spielberg. Parecia que não tinha nenhuma chance de dar errado não é? Mas deu. É monótono, tem alguns dialogos constrangedores e um final que deixa muita gente p*** da vida até hoje. Uma pena.

2 – E.T. – Versão 2002: Uma aula de como estragar um clássico. O E.T. foi digitalizado. As armas sumiram dos oficiais e foram trocadas por walkie-talkies. Talvez só as cenas adicionais se salvam nisso. Já ficou bem claro que em filmes famosos assim, não há necessidade de digitalizar e deixar mais moderno. Pode no máximo remasterizar pra DVD. O motivo? Se é clássico, qual vai ser a graça de ver um E.T. digital quando eu posso ver um boneco que hoje pode ser tosco, mas funcionou muito bem em 82? Enfim, o filme foi lançado em comemoração aos 20 anos de lançamento do filme. Seria melhor se lançassem em DVD, sem essas mudanças…

1 – 1941 – Uma Guerra Muito Louca: Até hoje, a mancha na filmografia de Spielberg. Uma comédia besta, um nonsense que podia ser legal, mas não consegue. Além de fazer uma sátira que muitos na época acharam de mal gosto, com os americanos logo depois do ataque de Pearl Harbor, desesperados com um ataque japonês. Por causa deste filme, a Paramount ficou até com medo de bancar Indiana Jones. O que um filme não faz…

_______________________________________________________________

E amanhã tem mais!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s