FILMES: Hairspray – Em Busca da Fama (2007)

Gênero: Comédia – Musical
Duração: 107 min
Origem: EUA
Estúdio: PlayArte
Direção: Adam Shankman
Roteiro: Thomas Meehan, Mark O’Donnell, Leslie Dixon
Produção: Neil Meron, Craig Zadan

Um filme divertidissímo e descontraído, daqueles que você assiste com um sorriso na cara do começo ao fim. Músicas vibrantes e um roteiro meio previsível, mas bacana, fizeram de Hairspray uma das grandes surpresas do ano passado.

Tracy Turnblad é uma garota gordinha que sonha em participar do Corny Collins Show, um famoso programa de dança e música. Quando abre uma vaga, ela resolve tentar a sorte. Obviamente, é discriminada pela sua forma fisíca, mas depois do apresentador ver o potencial dela (quem tinha visto antes não era ele), ela consegue entrar, começando uma quebra de costumes e paradigmas. Ela é apaixonada por Link Larkin, a grande estrela do show e ele logo vai perceber que (prepare-se para a frase cafona e cliche…aí vai) não é só a aparência que conta.

Elenco de ponta não? Temos Michele Pfeiffer, excelente como Velma Von Tussle, encarnando uma grande vilã, sem perder o seu sex appeal. Christopher Walken diverte como Wilbur Turnblad, James Marsden dá alma e mais animação a um personagem que todos dizem ser muito boboca no musical da Broadway, transformando Corny Collins num cara interessante. Amanda Bynes, famosa por seus filmes adolescentes, vai muito bem como Penny, a melhor amiga de Tracy e podia ter ido ainda melhor se seu personagem tivesse mais destaque. Zac Efron é o mais fraco ali obviamente, mas até ele não se sai tão mal assim. O grande problema do cara é que ele é aqueles atores que só tem duas expressões: a sua normal e a triste. E usa elas para tudo. Elijah Kelly arrasa como Seaweed, tem uma bela voz e é um bom ator, mas também não tem o destaque merecido. Queen Latifah dispensa comentários como cantora, é espetacular e já tem a experiência de um musical (Chicago) então está perfeita como Motormouth Maybelle. Finalmente. chegamos a Nikki Blonsky e John Travolta.

Nikki Blonsky foi uma escolha mais acertada impossível. Em seu primeiro papel, ela encanta como Tracy Turnblad, tem talento, carisma e boa voz. Uma das revelações do ano passado. John Travolta volta ao genero que o consagrou e faz um ótimo trabalho, num papel peculiar. Soou um pouco como apelo comercial trazer Travolta de mulher no filme (tanto que o DVD traz Edna Turnblad no centro, quando é Tracy a protagonista), mas o fato é que ele entrega uma ótima interpretação, apesar das toneladas de maquiagem e logo acabamos nos acostumando com a figura, deixando de ver apenas um homem vestido de mulher ali. O ápice do filme, em “Welcome to the 60’s”, é com ele e Blonsky juntos. E sua dança em “You Can’t Stop the Beat” é divertidissima.

Os defeitos do filme são, em grande parte, culpa não do diretor, mas sim da New Line. Com dois grandes projetos para lançar (Hairspray e A Bussola de Ouro), o estúdio decidiu investir na adaptação literária e Hairspray foi orçado em US$ 75 milhões. Com isso, para não deixar o filme longo demais e caro demais, coisas como Tracy sendo presa e Velma e sua filha cantando na música final foram cortadas do filme. Os cenários e a direção de arte no geral, venhamos e convenhamos é bem fraca por causa do orçamento. Por ironia, o musical arrecadou mais de 100 milhões nos EUA enquanto “A Bussóla de Ouro” nem chegou a isso.

Mesmo assim, Hairspray não deixa de ser uma ótima diversão, com músicas bacanas e personagens cativantes. Infelizmente, foi completamente esnobado pelo Oscar. Uma pena. Para terminar: “You Can’t Stop the Beat” ainda não saiu do meu MP3…

Nota final: 8,5

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s